Destaques


Na revista Roadie Crew deste mês Tuomas Diz: "Não sinto mais tristeza, mágoa ou raiva em relação à Tarja"






ESQUECENDO OS PROBLEMAS COM TARJA
 
A primeira década do novo milênio reservou ao Nightwish os momentos mais extremos de sua carreira: entre a perturbação e o sucesso, o escândalo público e o reconhecimento artístico, o céu e o inferno. Nesse período, o grupo finlandês chegou ao topo do mundo com o álbum Once (2004) para pouco depois desabar com a conturbada e polêmica saída de sua ex-vocalista, Tarja Turunen. O disco seguinte, Dark Passion Play(2007) – como não poderia deixar de ser –, além de apresentar a nova voz do conjunto, Anette Olzon, expôs, de forma sombria e pesada, as cicatrizes deixadas pela traumática separação seguida da alta exposição e pressão sobre os músicos. Apesar das vicissitudes, o trabalho conquistou os fãs, dando ao quinteto paz para criar o próximo registro de estúdio. Quatro anos depois, chega ao mercado Imaginaerum (2011), projeto audacioso de quase 8 milhões de reais de uma trilha sonora aliada a um filme idealizado por Tuomas Holopainen (teclados) e roteirizado pelo diretor de cinema e animação Stobe Harju. Iniciando a turnê do mais recente álbum, Tuomas conversou conosco, deu mais detalhes do grandioso lançamento e do longa-metragem que está por vir, comentou Dark Passion Play eAngels Fall First (1997), falou dos planos futuros e garantiu: os problemas com Tarja são coisas do passado.



Obrigado ao Tarja Brasil Pela foto da entrevista.

- Copyright © Deusas do Rock -