Destaques

Confira abaixo a entrevista que Tarja concedeu à rádio Argentina Tiempos Violentos, no último domingo (15):



Cesar: Act I é o nome do DVD que Tarja está lançando, o qual vem em versão duplo assim como em CD duplo. E nós estamos com Tarja Turunen no telefone, e ela irá nos contar um pouco sobre isso. Tarja, você está aí?

Tarja: Sim, estou aqui! Olá Cesar!

Cesar: Olá, como você está? Tudo bem?
Tarja: Tudo bem, fantástico!

Cesar: Fico feliz em saber. Tem um bom tempo desde que nos falamos pela última vez, então essa é uma boa oportunidade para você nos contar como está sua carreira agora. A turnê acabou, você gravou algumas músicas, ou pelo menos as compôs, e agora o DVD será lançado, que foi gravado em Rosário, certo?
Tarja: Sim, em Rosário. Eu amei!

Cesar: Por que você escolheu gravar em Rosário? Porque naquele teatro em particular?
Tarja: Eu escolhi aquele teatro, Teatro el Círculo em particular no ano passado, em 2011, tive sorte o suficiente de conhecer o local e amei. O salão é belo, o palco e tudo... A história, a arquitetura, tudo é belo, então nós arranjamos tudo então pudemos gravar e filmar o show no mesmo local.

Cesar: E as condições técnicas, o som? Você gostou também?
Tarja: Oh meu Deus, nem me fale sobre isso! Não me pergunte! Foi a parte mais difícil, tivemos que trazer tudo de Buenos Aires... Tudo significa som, PA, backlines, luzes, lasers, tudo que você vê na produção. E aquilo foi difícil. Por que? Porque teatros no geral não são acostumados a trabalhar com artistas como eu, ou bandas no geral, eles não tem nada, apenas o palco e um belo local, apenas isso! (Risos)

Cesar: E você está satisfeita com os resultados? Porque é uma produção muito exigente, e eu conheço o Marcelo e sei que quando ele está encarregado da produção ele é muito caprichoso, e é bom que ele é assim, muito meticuloso.
Tarja: Sim, ele é mas tudo correu muito bem. Estou muito feliz. Estamos felizes como tudo ocorreu. Agora ainda estou trabalhando com a edição de vídeos, nós estamos trabalhando também com a arte... ainda há muito trabalho a ser feito, mas estou muito feliz em como está agora, pelo menos até agora estou muito feliz (risos). Espero que as pessoas gostem!

Cesar: Por que você escolheu "Into the Sun" como primeiro single e preview do DVD?
Tarja: *suspiro*

Cesar: Esses suspiros!
Tarja: Into the Sun é uma música muito positiva. É sobre vida positiva. Eu escrevi essa música com alguns amigos suécos e estávamos sentados em um terraço próximo ao oceano e era um dia muito velo, então eu quis escrever algo lindo. Junto com a gravadora, minha gravadora Edel da Alemanha, decidimos que esse tinha que ser o single. Porque no DVD há duas músicas novas, a outra é chamada "Never Enough", mas "Into the Sun" é mais... É uma balada, é bela, e eu amo. Então, por isso.

Cesar: O DVD gira mais em torno da sua carreira solo, a qual veio depois do Nightwish, correto? 
Tarja: Sim!

Cesar: Por que você não adicionou mais músicas da banda?
Tarja: (Risos) Nãããoooo, porque eu deveria?

Cesar: Não, não, não é que você DEVERIA colocar, mas essas são decisões que as pessoas tomam , e obviamente as pessoas sempre irão te perguntar essas coisas porque de qualquer forma sua carreira é ligada à essa lembrança também.
Tarja: Sabe, eu queria que meus dois álbuns, My Winter Storm e What Lies Beneath fossem bem representados no meu primeiro DVD. A quantidade de músicas que esse DVD contém é grande, há muitas canções nele, e Nemo é o único hit da minha antiga banda, senti que deveria estar lá. Nemo, e há outras músicas que costumávamos cantar como "Over the hills and far away", os covers.

Cesar: Ah, The Phantom of the Opera!
Tarja: The Phantom of the Opera... Músicas desse tipo. Essas estão no DVD. E eu amei cantar junto com Diego Valdez que é um cantor argentino. 
Sim, sim, ele é maravilhoso! Também te pergunto como é o próximo... Digo, o qual a etapa é o aprimoramento de estúdio do What Lies Beneath.
Sim, agora ao mesmo tempo que estamos trabalhando no DVD, já estou trabalhando com o álbum de estúdio. Meu novo álbum. E já gravamos a bateria e a guitarra aqui na Argentina. 

Cesar: Oh, olha só!
Tarja: Os músicos vieram pra cá.

Cesar: Os músicos são os mesmos que estavam no seu álbum anterior?
Tarja: Sim, sim!

Cesar: Com Julian Barret também?
Tarja: Sim... já trabalhamos muito juntos com Julian fazendo música, compondo juntos também... isso é muito legal para mim, ter alguém aqui na Argentina com quem eu possa trabalhar. E os músicos Doug Wimbish, Mike Terrana na bateria, Alex Scholpp nas guitarras, e teclados...

Cesar: Músicos que não sabem tocar obviamente!
Tarja: Sim sim, eles tocam comigo! (risos)

Cesar: E também, o time de criação é o mesmo que da última vez? Você teve alguns amigos suécos e finlandeses que colaboraram com você. Eles estão nisso agora?
Tarja: Sim, eles estão envolvidos, a maioria deles estão, mas eu estou compondo muito mais e isso é algo novo na minha vida, mas eu amo fazer músicas... Já tenho meu som, meu estilo, então quero ter algo mais em minha vida.

Cesar: Então aqueles que falaram que seus dois primeiros álbuns eram uma espécie de 'transição', eles estavam um pouco certos. Agora você se sente mais envolvida com um estilo em particular.
Tarja: Certo, certo. No meu álbum anterior, What Lies Beneath eu já tinha o meu sonho realizado. Eu acho que sim. Encontrei algo muito especial no meu álbum, então estou mais livre para o futuro. Sei o que fazer e estou lutando muito.

Cesar: Aproveito essaa oportunidade para te perguntar, ouvi um comentário, um rumor, que você estava gravando com algumas outras pessoas e que você estava em um grupo chamado Harus.
Tarja: Harus é meu grupo clássico. Sim, nós já lançamos um CD e DVD ao vivo. Harus é algo que nós fazemos, por exemploo, vamos fazer uns concertos juntos no final do ano na Finlândia. Eles são concertos de música clássica, e agora tocaremos canções de natal.

Cesar: Entendo. E daqui pro final de ano, quais seus planos? Como Tarja?
Tarja: Aaaai meu Deus! (risos) Muito trabalho! Não shows, mas muito trabalho com o DVD o qual será lançado no fim de agosto ou começo de setembro...

Cesar: Essas são estimativas? Fim de agosto, começo de setembro?
Tarja: Sim, e depois eu tenho que... eu quero terminar as gravações do meu novo álbum antes do final do ano, então posso ter mais tempo para gravar os vocais um pouco mais tarde no próximo ano.

Cesar: Entendo!
Tarja: Sim, isso leva muito tempo, fazer a produção do álbum porque eu sou a produtora, não tenho mais ninguém então é muito trabalho pra mim. Mas um bom trabalho!

Cesar: Dizem que é um dos melhores trabalhos. Mas é muito exigente.
Tarja: Sim, e em dezembro estou em turnê na Finlândia, mas alguns concertos na Rússia e Alemanha. Mas é isso.

Cesar: Bem, então agora pelo menos temos ideia do que esperar de você. Haverão também shows para apoiar o lançamento do DVD aqui?
Tarja: Não, não, não, não, já terminamos a turnê, está feita. Acabou! Me deixe ficar em casa! (risos)

Cesar: Ótimo. Tarja, muito obrigado por sua ligação, apoiar o lançamento e também um grande obrigado ao Marcelo que nos mandou a música exclusivamente.
Tarja: Desculpe pelo meu espanhol!

Cesar: Não, seu espanhol é fantástico! Não reclame sobre ele! Tivemos conversas muito londas sem nenhuma palavra em inglês, você está ótima!
Tarja: Oh, obrigada!

Cesar: Aqui a novidade é que estamos por telefone e não posso ver seu rosto enquanto vcê me diz algo, esse é o único problema, o resto está perfeito!
Tarja: Obrigada!

Cesar: Muito obrigado Tarja, um grande beijo e abraços pro Marcelo.
Tarja: O mesmo pra você! Saudações! Tchau, beijos!








- Copyright © Deusas do Rock -