Destaques

Imagem

Uma semana antes do Nightiwish encerrar seus trabalhos com a cantora Anette Olzon, David E. Gehlke do BListering.com conduziu uma entrevista com o líder/tecladista do grupo, Tuomas Holopainen. Alguns trechos podem ser lidos a seguir:
Blistering.com: Li em algum lugar que para o primeiro show desta turnê, em Atlanta, Anette estava muito atrasada e quase não chegou a tempo. Nestas situações há algum plano B? Vocês continuam o show? O que você faz?
Tuomas: “[...] Foi uma situação assustadora. Ela estava passando tão mal que não podia voar. Ela de fato voou para Atlanta três horas antes de o show começar, então foi uma manobra bem apertada. Estou feliz que não houve danos, mas você realmente não tem um plano de apoio (risos). Teríamos que cancelar o show neste caso.”
Blisterin.com: Marco (Hietala, Baixista) pode até cantar bem, mas algumas músicas ele já não conseguiria.
Tuomas: “Não seria certo. Sempre tivemos uma vocalista feminina por 16 anos e a natureza das músicas é composta para uma vocalista mulher. Não seria certo”
Blisterging.com: Você pode comparar a Anette deste ponto da turnê com aquela que você teve após “Dark Passion Play”, em 2007?
Tuomas: “Ela está mais relaxada. Não há mais nada a provar. Na primeira turnê ninguém a conhecia, então as pessoas vinham ver como era e tudo mais. Agora as pessoas podem se concentrar noq eu é realmente importante, que é o show por completo e não somente em sua voz”.
Blistering.com: Nesta primeira turnê com ela você estava cético quanto a seu desempenho?
Tuomas: “Não estávamos realmente assustados em hora alguma. Tínhamos bastante confiança em todo o conceito do NIGHTWISH e gostamos de pensar que somos um veículo que não pode ser parado por nada. É assim que deve ser, não podemos deixar nada nos parar.”


- Copyright © Deusas do Rock -